Conhecer as calorias dos alimentos, para elaborar dietas, assim como apreender as calorias dos alimentos para controlar as necessidades diárias. Conhecer os gastos calóricos para emagrecer com exercícios físicos, tendo por base as necessidades calóricas diárias. Calorias controladas através de dietas que permitam emagrecer.


Consumir calorias com corrida

Correr não requer um equipamento especial, dá para praticar ao ar livre e ainda é uma óptima maneira de melhorar o fôlego e emagrecer.
NÃO EXIGE UM MEGAEQUIPAMENTO - Um par de tênis, short e camiseta - no caso das mulheres, um sutiã firme e elástico e cabelos também. É o que você precisa para começar a correr.
DEIXA AS PERNAS TORNEADAS E FORTES - A musculatura dessa região é bem solicitada durante a corrida. Resultado: coxas firmes e panturrilhas trabalhadas. Em dois ou três meses, é possível notar diferença.  O aumento de massa muscular no entanto, é discreto - nada que se iguale a um treino de musculação. Mas, como a corrida também queima o excesso de gordura,a definição fica superevidente.
GARANTE DISPOSIÇÃO PARA O DIA-A-DIA - Quando estiver com preguiça, não precisa programar um treino longo.  Prometa que correrá por pelo menos 10 minutos.  Pode ter certeza: ao fim desse tempo, você se sentirá tão bem que vai querer completar meia hora.  Isso porque a corrida funciona como um despertador ao estimular a produção de endorfina, neurotransmissor que dá a sensação de bem-estar.
DÁ PARA PRATICAR EM QUALQUER LUGAR - Você só vai pagar uma academia se quiser correr na esteira ou contar com o auxílio de um professor. Caso contrário, qualquer parque ou rua pode se transformar em campo de treinamento.  Sem falar que não precisa abandonar a prática nas viagens de fim de semana e férias.
AUMENTA O FÔLEGO - Toda vez que falamos em aeróbicos, lembramos logo da corrida.  Não é à toa.  A actividade é uma das mais eficientes.  Quando você mexe o corpo, todo o organismo, especialmente os músculos, pede por oxigénio, o que é catalisador que transforma a glicose em energia.  Aí, os pulmões são obrigados a trabalhar mais rápido para garantir suprimento dessa substância e a expulsão do gás carbónico (o resultado tóxico da reacção). Quem corre habitua os pulmões a essa sobrecarga. 
FAZ PERDER PESO - Já reparou que as celebridades voltam à activa sempre mais magras do que da última vez que apareceram? Nas declarações às revistas, geralmente contam que correram para secar o corpo.  É por aí mesmo.  A corrida está no topo da lista dos exercícios que mais queimam calorias.  O valor exacto, é claro, varia de acordo com o peso, a altura, a idade, o sexo e o passo de cada um.  Mas a média é de 500 calorias por hora (para uma pessoa de 70 kg).  Sem falar que, ao contrário do que se pensa, correr faz você comer menos - e melhor.  Um estudo acompanhou 10 mil pessoas durante sete anos e comprovou que a actividade regular incentiva a diminuição de açúcares, gorduras e frituras e o aumento de alimentos saudáveis.
PREVINE DOENÇAS - Se você for pesquisar os jornais médicos a respeito das vantagens de praticar um esporte regularmente, vai perder alguns dias, de tantos estudos que existem... A corrida, mais uma vez, sai à frente, porque é uma das modalidades de maior aderência entre os praticantes (a maioria dos frequentadores de academia, só para você ter ideia, desiste após o primeiro mês). Há benefícios comprovados em relação à osteoporose, ao risco de doenças cardíacas, câncer de ovário ou de mama, distúrbios do sono e até mesmo a respeito do controle de disfunção eréctil.  Quem corre mantém o organismo activo e não deixa que uma série de mecanismos metabólicos enferrujem.  O corpo fica resistente aos ataques de agentes causadores de doenças, sejam eles internos ou externos.
MELHORA, E MUITO, A AUTO-ESTIMA - Correr é uma actividade relativamente fácil e que não requer um tipo físico ideal.  Quem está acima do peso só precisa de alguns cuidados para não sobrecarregar as articulações.  Se você é baixo e magro, melhor ainda - esse é o perfil favorável aos fundistas, corredores de longa distância. Sem falar que os resultados aparecem rápido.  Correu dez minutos no mês passado e ficou de língua de fora?  Pode apostar que em 15 dias vai chegar ao dobro. Isso aumenta a auto confiança e a disciplina.  Para completar, faz um bem danado saber que você é capaz de ir se superando a cada dia...
EXERCITA A CABEÇA -  Para alguns corredores, o momento da prática é aquele em que as grandes ideias surgem.  Pode parecer bobagem, mas esse fato tem tudo a ver com o exercício.  Uma pesquisa recente indicou que a corrida regular gera uma melhora significativa da memória e de outras habilidades mentais, conhecidas como funções cognitivas. Isso, no entanto, regride quando a modalidade é abandonada.  Um outro estudo concluiu que um programa de corrida de 12 semanas é capaz de melhorar a memória dos participantes.
AMPLIA O CÍRCULO DE AMIZADES - Tem gente que adora a corrida porque não precisa de time e nem de ninguém por perto.  Mas há corredores que abominam o exercício solitário e tendem a formar grupos em que um incentiva o outro a acordar cedo, a enfrentar um terreno desafiador, a percorrer mais um quilometro... Basta dar um pulo em um parque da cidade logo cedo e checar a galera reunida.  Esses encontros, aliás, são perfeitos para achar a cara-metade.  Sabe como é: o mesmo estilo de vida, os mesmos hábitos saudáveis...

COMO EVITAR RISCOS INERENTES À CORRIDA - "Saiba como escapar de possíveis lesões...
1. Escolha um ténis com solado próprio para absorver impactos.
2. Realize alongamento antes e depois da ginástica. Isso deixará a articulação mais flexível e menos propensa a sofrer uma contusão.
3. Não tente ir além do seu limite. Músculos cansados aumentam o risco de machucar os joelhos.
4. Antes de começar a correr por conta própria, procure um especialista.
5. Ao primeiro sinal de dor, pare o exercício.
6. Pratique actividade física regularmente para manter os músculos fortes.
7. Se suas pernas forem tortas ou arqueadas, consulte um ortopedista.  Ao malhar, as chances de você vir a ter problemas são maiores.
8. Não aumente a carga no treino sem a orientação de um professor.  Muito peso sobre carrega as articulações". (Revista Corpo a Corpo Especial de Agosto/2005).

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL