Conhecer as calorias dos alimentos, para elaborar dietas, assim como apreender as calorias dos alimentos para controlar as necessidades diárias. Conhecer os gastos calóricos para emagrecer com exercícios físicos, tendo por base as necessidades calóricas diárias. Calorias controladas através de dietas que permitam emagrecer.


Ervilhas

Quando a maioria das pessoas pensa em ervilhas, lembra-se delas como o alimento que “adoravam detestar” quando eram crianças, ainda que fossem extremamente divertidas de brincar no prato durante as refeições. Contudo, muitas destas crianças ao tornarem-se adultos ganham um renovado apreço por este delicioso e vibrante alimento, devido ao seu maravilhoso sabor e textura. Existem normalmente dois tipos de ervilhas que são consumidos, a ervilha-torta, sendo utilizados o grão e a vagem, e também a ervilha de debulhar, que como o nome indica, apenas permite o consumo do grão.
As ervilhas comuns são cientificamente conhecidas com Pisum Sativum, sendo uma planta anual, ou seja com um ciclo de vida de um ano. O peso médio de uma ervilha varia entre os 0.1 e 0.40 gramas, sendo utilizadas na gastronomia enlatadas, frescas, congeladas ou até secas.
As ervilhas são cultivadas há milhares de anos, sendo o ponto de foco localizado na Síria e Turquia, e há quem defende que as ervilhas estão associadas à difusão da agricultura no Neolítico na Europa.

Benefícios 
A ervilha oferece muitos benefícios à saúde, variando conforme a espécie do grão. De uma forma geral, podemos afirmar que os grãos possuem sais minerais, como Cálcio, Fósforo, Ferro, Enxofre, Potássio e Cobre, elementos que são constituintes estruturais dos tecidos corpóreos e reguladores orgânicos que controlam os impulsos nervosos. A leguminosa também possui vitaminas A, importante para a visão e para a formação de ossos; vitaminas do complexo B, que desempenham um papel importante no metabolismo energético; e vitamina C, importante nos processos de cicatrização. 
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL